sábado, 30 de janeiro de 2010

Pires do Rio-Goiânia - 30/01/10


Despeço-me com lágrimas nos olhos, no peito, trago o gosto da saudade.

Da janela perco de vista o último olhar, o último adeus de agora e o sentimento de querer voltar o tempo e passar novamente os mesmos momentos, as mesmas conversas e as mesmas risadas...

Beber do café que inunda o ambiente com seu cheiro e saborear o pão de queijo quentinho... abraçar meu sangue, ouvir segredos de menina, dormir e acordar com ela; de quem estive longe toda a vida.

Já tenho a saudade das fotos que revi, e as lágrimas que não cessam de brotar...

Quero mais, vou querer sempre mais o seu bem querer, és como eu, um pedaço de mim que apesar de longe, vive tão dentro, tão perto.

Somente me cabe agradecer a oportunidade de conhecê-la, saber o que pensa e por fim me surpreender, com o tanto que carrega de mim...

Por hoje, me basta saber que não vai parar por aqui.

Não te perco mais... Agora, nunca mais...

Ana Luiza, a titia te ama!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua mensagem