segunda-feira, 24 de julho de 2017

Significado de equipe

Carvalho  afirma que, “equipe é um grupo de trabalho altamente efetivo, coeso, constituído por indivíduos que atuam juntos, comprometidos  em alcançar  um  objetivo  comum”,  demandando trabalho sistematizado  e  presença  de elementos  que  o  constituam  com  tal,  como por exemplo,  “liderança  compartilhada, habilidades  de  trabalho  em  grupo,  clima, coesão e nível de contribuição dos membros do grupo”.

Luiza Possi e Oswaldo Montenegro - "A Lista"




Para  pensar, refletir, pensar, refletir e pensar de novo e de novo e de novo e mais uma vez... refletir!

domingo, 23 de julho de 2017

Família é tudo de bom!

Família, é mesmo tudo de bom!
Almoço de aniversário do Felipão.
Bebê sendo mimado pelos tivós.


O Arroz de Palma

Trechos do livro

            "O Arroz de Palma",
          de Francisco Azevedo.

"Família é prato difícil de preparar.

São muitos ingredientes.

Reunir todos é um problema...

Não é para qualquer um.

Os truques, os segredos, o imprevisível.

Às vezes, dá até vontade de desistir...

Família é prato que emociona.

E a gente chora mesmo.

De alegria, de raiva ou de tristeza.

O pior é que ainda tem gente que acredita na receita da família perfeita.

Bobagem!

Tudo ilusão!

Família é afinidade, é à Moda da Casa.

E cada casa gosta de preparar a família a seu jeito.

Há famílias doces.

Outras, meio amargas.

Outras apimentadíssimas.

Há também as que não têm gosto de nada, seria assim um tipo de Família Dieta, que você suporta só para manter a linha.

Seja como for, família é prato que deve ser servido sempre quente, quentíssimo.

Uma família fria é insuportável, impossível de se engolir.

Enfim, receita de família não se copia, se inventa.

A gente vai aprendendo aos poucos, improvisando e transmitindo o que sabe no dia a dia.

Muita coisa se perde na lembrança.

Aproveite ao máximo.

Família é prato que, quando se acaba, nunca mais se repete!

                    Família:

Feliz quem tem e sabe curtir, aproveitar e valorizar..."          

     🙏Família é projeto de Deus!🙏

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Oliver Faz 12 anos - 2017

 Dia 21/07 - Oliver faz 12 anos
Meu Bebê, meu filho peludo de 4 patas, meu companheirinho de todas as horas. Meu fofoqueiro preferido, fica sempre por perto!!! Sempre ouvindo as conversas!!!!
 OLIVER BILIGUNHA, está  um  senhor!



O que vai permanecer na lembrança: Família

Meu irmão, minha mãe e eu.

Uma das muitas últimas fotos que tiramos, nós 3, o início, a família, as lutas, a infância precária, mas batalhada pela nossa mãe que foi incansável para que nós dois tivéssemos comida na mesa e  escola pra estudar. Nossa família, a quem eu agradeço imensamente a Deus por essa jornada. Não trocaria nada, não mudaria em nada tudo o que passamos. Todas as pelejas da vida, nos transformaram em quem somos: somos guerreiros que não fugiram ao combate. Cabe a cada um de nós passar pelas contendas, e mesmo entre cobras e leões, a essência de família nunca se dissipou. Viemos família, porque assim Deus determinou. E amo minha família, porque minha família é o elo espiritual entre o que vemos e o que não enxergamos afora do orbe, mas somos, estamos e pra sempre seremos! 

Andreia Sieczko Reis
Walter Sieczko dos Santos
Nina Sieczko

TEMA DO FILME PEQUENO PRINCIPE - LILY ALLEN - SOMEWHERE ONLY WE KNOW - HD

O que me fez chorar de saudade ontem...

Ontem, entrei numa farmácia, pra comprar uma medicação para mim, xarope, rinosoro,  neosoro, e eis que meus olhos são levados a enxergar uma pilha de medicamentos que estava chegando em caixas... É, meu irmãozinho... meus olhos leram: Clexane! Na mesma hora senti uma pontada de tristeza no meu coração. Clexane, a medicação que você começou a tomar para tratar as tromboses que você tinha em decorrência da quimioterapia. Não, Waltinho, não tem como não lembrar, como não ficar triste, como não segurar as lágrimas que começaram a transbordar. É difícil demais... é complicado demais conviver com essa dor da perda. Tudo volta a mente... tudo retorna com um imenso aperto no peito. Que saudades, irmãozinho... e pensar que semana que vem, farão 6 meses sem falar com você, sem ouvir sua voz, sem abraçar o meu irmão. Não é fácil... Eu só espero, Waltinho, que você esteja bem, junto com nossa família espiritual. Sinto muito sua falta. As pessoas dizem que o tempo ameniza a dor. Mas em 6 meses sem você, a minha dor só tem aumentado. Walter Sieczko dos Santos, meu irmão, eu amo tanto você!
 Waltinho e Andreia Sieczko
Para sempre irmãos!

Amor que não se mede...

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Dia do Amigo - 2017

Para meu primeiro amigo, meu irmão Waltinho. Para meu segundo melhor amigo, meu irmão Victor Hugo e para minha amiga, minha mãe, pelas lutas e batalhas que enfrentamos juntas. Feliz dia para todos os meus outros amigos. Sou uma pessoa de sorte!  Para Deus, meu amigo amado.
Feliz é aquele que tem pelo menos 1 amigo com quem pode contar.

A vida me mostrou que eu não tenho tantos amigos... Mas eu tenho mais de 1.

Sou rica por essa condição...

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Mamãe e eu com 3 meses na barriga!

Mãe gata, com recém 18 anos feitos.
E eu estava na barriguinha, com 3 meses de gestação.

Linda
Linda

Nina Sieczko e eu protegida na "biliga"

A gratidão precisa ser rotina.


Waltinho, Mamãe e Victor - Minha família

Meus amores, minha família, meus tesouros.
Meus irmãos e nossa mãe.
Walter Sieczko dos Santos
Nina Sieczko
Victor Hugo Araújo dos Santos, Sieczko

Família é a base do Amor de Deus.

Agradeço a Deus por minha família, que o Espírito Santo esteja sempre presente em nossas vidas!

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Waltinho e O Cisne Encantado - Escola Montessoriana

Festa de confraternização - Fim de Ano

Festinha na escola Montessoriana do Waltinho, em Vila Isabel. 
Escola O Cisne Encantado.
 Eu ali, sempre do ladinho do irmãozinho


Tia Armida e Rodrigo conosco na foto. 

Com certeza as fotos foram tiradas pela nossa mãe, Nina.

Essa menininha empurrando o pneu com o Waltinho 
era a "namolada" dele. 
Repara só na botinha pra corrigir o "pé chato" do meu irmãozinho.

Método Montessori é o resultado de pesquisas científicas e empíricas desenvolvidos pela médica e pedagoga Maria Montessori.
Maria Tecla Artemisia Montessori foi uma educadora, médica, católica e pedagoga. Conhecida pelo método educativo que desenvolveu e que ainda é usado hoje em dia em escolas públicas e privadas mundo afora. fonte: Wikipédia
Nascimento: 31 de agosto de 1870, Chiaravalle, Itália
Falecimento: 6 de maio de 1952, Noordwijk, Países Baixos
Nacionalidade: Italiano
É caracterizado por uma ênfase na autonomia, liberdade com limites e respeito pelo desenvolvimento natural das habilidades físicas, sociais e psicológicas da criança.

De acordo com sua criadora, o ponto mais importante do método é, não tanto seu material ou sua prática, mas a possibilidade criada pela utilização deste, de se libertar a verdadeira natureza do indivíduo, para que esta possa ser observada, compreendida, e para que a educação se desenvolva com base na evolução da criança[1]. A criança é o centro do método montessoriano e o professor tem o papel de acompanhador do processo de aprendizado. Ele guia, aconselha, mas não dita e nem impõe o que vai ser aprendido pela criança.
A pedagogia Montessoriana insere-se no movimento das Escolas Novas. Tal como a pedagogia Waldorf, o método João de Deus, o método velaverde, Jena Plan ou a Escola Moderna, o método Montessori opõe-se aos métodos tradicionais que não respeitem as necessidades e os mecanismos evolutivos do desenvolvimento da criança. Ocupa um papel de destaque neste movimento pelas novas técnicas que apresentou para os jardins de infância e para o ensino fundamental do ensino tradicional.
O material criado por Montessori tem papel preponderante no seu trabalho educativo partindo do concreto (o material didático) para o pensamento abstrato. A criança literalmente vê e sente através do material didático preparado, o tema a ser aprendido. A criança deixa de usar o material didático quando a abstração para o tema aprendido já é completa. O meio preparado e o material didático tem como função, estimular e desenvolver na criança um impulso interior que se manifesta no trabalho espontâneo do intelecto.

A Association Montessori Internationale (AMI) cita os seguintes elementos como essenciais a uma escola montessoriana: 

1. O ambiente é organizado e atraente.
2. O ambiente é composto por materiais didáticos e utensílios da vida cotidiana (para fins didáticos)
3. As classes são agrupamentos de alunos com diferentes idades.
4. O professor atua como guia, acompanhante do processo de aprendizado e interfere só o necessário.
5. Material multi sensorial e aprender fazendo são hábitos de aprendizagem.
6. Cada aluno tem oportunidade de escolher o trabalho (a atividade) que mais lhe interesse.
7. A ênfase é na aprendizagem ativa e no desenvolvimento social em lugar de memorização, regras e                  busca de informação para uma única pergunta específica.
8. O aluno pode trabalhar o tempo que necessite num assunto que lhe interesse, sem que alguém ou uma            campainha o interrompa.
9. O aluno tem o direito de escolher um lugar para trabalhar em vez de um lugar fixo.
10. A criança tem o direito de escolher se vai trabalhar só ou em grupo e com quem vai trabalhar.
11. Os alunos são estimulados a ensinarem, colaborarem e ajudarem uns aos outros.
12. Os alunos têm oportunidade de trabalharem com outros de diferentes idades.
13. Os alunos demonstram respeito aos professores e ao ambiente.
14. Todos os adultos demonstram respeito pelo aluno.
15. A escola encoraja a autodisciplina.
16. Aprender é o maior prêmio; não existe motivação através de prêmios e reconhecimentos exteriores.             Sem exageros, usando sempre o bom-senso
17. Os alunos tendem a ser calmos, concentrados, felizes (equilibrados). Para isso deve contribuir a        
        postura do educador.

Na pedagogia montessoriana, utilizam-se objetos desenvolvidos para "auxiliar a criança a no por ordem em seu espírito e facilitar-lhe a compreensão das inúmeras coisas que a envolvem"

O materal didático é dividido em cinco áreas:
Exercícios de Vida Prática
Material Sensorial
Material de Linguagem
Material de Matemática
Material de Conhecimento de Mundo "Cosmo" (História, Ciências e Geografia)

Estes materiais são constituídos por peças sólidas de diversos tamanhos, formas e espessuras diferentes; coleções de superfícies de diferentes texturas e diferentes sons. Tudo visando o prazer absoluto do aluno e atendendo as capacidades e necessidades da criança.
O trabalho com o material montessoriano pode ser feito individualmente ou em grupo, de acordo com a vontade da criança. A criança não está presa a um lugar fixo na sala de aula, portanto ela pode trabalhar com o material em uma mesa de forma tradicional, ou em um tapete no chão. Com a prévia autorização da professora ela também pode trabalhar em outra sala da escola.
No trabalho com esses materiais a concentração é um fator importante. As tarefas são precedidas por uma intensa preparação, e, quando terminam, a criança se solta, feliz com sua concentração, comunicando então com seus semelhantes num processo de socialização.
A livre escolha das atividades pela criança é outro aspecto fundamental para que exista a concentração e para que a atividade seja formadora e imaginativa. Essa escolha realiza-se com ordem, disciplina e com um relativo silêncio em consideração à perturbação dos professores.
O silêncio também desempenha papel preponderante. A criança equilibrada emocionalmente pelo próprio método, aprende a expressar-se de modo natural e adequado à situação. O professor também expressa-se de forma natural, em tom adequado. Como o professor não atua de forma frontal com sua classe, mas como orientador individual ou de pequenos grupos, este não tem necessidade de trabalhar com tom de voz elevado.
Pés e mãos tem grande destaque nos exercícios sensoriais (não se restringem apenas aos sentidos), fornecendo oportunidade às crianças de manipular os objetos, sendo que a coordenação se desenvolve com o manuseio dos citados instrumentos.
Material para Matemática:
"Material Dourado" é um dos materiais mais conhecidos criado por Maria Montessori. Este material baseia-se nas regras do sistema decimal, inclusive para o trabalho com múltiplos. Pode ser composto por: cubos, placas, barras e cubinhos. O cubo é formado por dez placas, a placa por dez barras e a barra por dez cubinhos. Conhecido originalmente como material de pérolas douradas (daí o nome "material dourado"). O cubo, as placas, as barrinhas e as unidades são formados por pérolas douradas. Este material é de grande importância na numeração, e facilita a aprendizagem dos algoritmos da adição, da subtração, da multiplicação e da divisão.
O "Material Dourado" desperta no aluno a concentração, o interesse, além de desenvolver sua inteligência e imaginação criadora, pois a criança, está sempre predisposta ao jogo. Além disso, permite o estabelecimento de relações de graduação e de proporções, e finalmente, ajuda a contar e a calcular.
hastes numéricas, números de lixa, números e chips, escada de pérolas coloridas, a tabela de Según, colar de pérolas pequeno, colar de pérolas grandes, brinquedo das plaquinhas, brinquedo dos pontos, ábaco montessoriano (grande e pequeno e horizontal), material de hierarquia dos números, xadrez montessoriano, brinquedo de banco, grande divisão também conhecido como farmácia, cobrinha para a adição e subtração e números negativos, placa de adição,tabela de adição, placa de para a subtração, tabela de subtração, barras de pérolas para a multiplicação, placa pequena para a multiplicação, tabelas para a multiplicação, placa para a divisão, tabelas para a divisão, estante de pérolas para potência e raíz quadrada, material para fração
Material de linguagem
Os mais conhecidos são o alfabeto móvel e as letras de lixa
Material Sensorial
As hastes vermelhas, a escada marrom, cilindros, caixa de cores, tubinhos de cheiro, tubinhos de sons, placas do tato, caixa de panos (com panos de diferentes texturas), corpos geométricos, a torre rosa e muitos outros
Exercícios da vida prática
Para os exercícios da vida prática são usados todos os utensílios da vida prática normal, tentando levar em consideração o tamanho da criança. Exemplo: jarras pequenas para se aprender a servir água, sapatos infantis para se aprender a amarrar e engraxar sapatos, etc. Deste método pedagógico vem a idéia de que os móveis no jardim de infância devem ser adequados ao tamanho da criança, conceito este que usamos hoje no nosso ensino tradicional.

Pilares da Educação Montessori

Segundo proponentes desta perspectiva pedagógica, o método Montessori contaria com seis princípios responsáveis por formar a base da teoria e prática desta pedagogia. Seriam eles:

1. Autoeducação seria a capacidade inata da criança para querer aprender. Por compreender que a criança deseja absorver e compreender a realidade que a circunda, e que por isso a criança a explora, investiga e pesquisa, o método Montessori proporcionaria um ambiente adequado e materiais interessantes para que a criança possa se desenvolver por seus próprios esforços, no seu ritmo e seguindo seus interesses.
2. Educação Cósmica é uma maneira de organizar o conhecimento. De acordo com este princípio, o educador deve levar o conhecimento à criança de forma organizada – cosmos significa ordem, em oposição a caos -, estimulando sua imaginação e evidenciando que tudo no universo tem sua tarefa e que o ser humano deve ser consciente de seu papel na manutenção e melhora do mundo.
3. Educação como Ciência é a maneira de compreender a criança e o fenômeno educativo de acordo com Montessori, e defendida pela ciência de hoje. Em Montessori, o professor utiliza o método científico de observações, hipóteses e teorias para entender a melhor forma de ensinar cada criança e para verificar a eficácia de seu trabalho no dia a dia.
4. Ambiente Preparado é o local onde a criança desenvolve sua autonomia e compreende sua liberdade em escolas e lares montessorianos. O ambiente preparado é construído para a criança, atendendo às suas necessidades biológicas e psicológicas. Em ambientes preparados encontram-se mobília de tamanho adequado e materiais de desenvolvimento para a livre utilização da criança.
5. Adulto Preparado é o nome que se dá, em Montessori, para o profissional que auxilia a criança em seu desenvolvimento completo. Esse adulto deve conhecer cientificamente as fases do desenvolvimento infantil e, por meio da observação e do domínio de ferramentas educativas de eficiência comprovada, guiar a criança em seu desabrochar, de forma que este se dê nas melhores condições possíveis.
6. Professor acompanhador O papel do professor na escola montessoriana é de guia e acompanhador de desenvolvimento infantil e não o que impõe ou dita o que e como deve ser aprendido.
7. Criança Equilibrada é qualquer criança em seu desenvolvimento natural. Por meio da utilização correta do ambiente e da ajuda do adulto preparado, as crianças expressam características que lhes são inatas. Entre outras, encontram-se o amor pelo silêncio, pelo trabalho e pela ordem. Todas as crianças nascem com estas características e as desenvolvem melhor entre zero e seis anos.




domingo, 16 de julho de 2017

Waltinho, escalando a pedreira de Vila Isabel.

Waltinho, escalando a pedreira de Vila Isabel. 
Waltinho, Mamãe, Rodrigo e eu, escalando a pedra do condomínio em Vila Isabel, na mesma época que o Waltinho ralou os dedinhos do pé e os joelhos em "Bandeira, Mamãe, bandeira" , relembrando a postagem. Tia Armida deve ter tirado essa foto, boa lembrança da nossa infância. Eu lembro que eu vivia me perdendo no condomínio assim que nos mudamos, porque todos os blocos eram iguais e eu não conseguia voltar pra casa, então nossa mãe pegou uma pulseira rosa, de acrílico, e grudou um esparadrapo com meu nome, telefone, o bloco e o apartamento... aí se eu me perdesse, era só mostrar a pulseira rosa de acrílico com as informações e assim, me apontavam o bloco certo!!! Esse condomínio era muito legal, tinha muitos brinquedos no parquinho, caixa de areia, muito bom. Eu e Waltinho brincamos muito no condomínio, de bicicleta, e nos brinquedos. Um dia eu lembro que eu arranhei o carro de algum vizinho passando de bicicleta... todo mundo depois de um tempo já conhecia eu e Waltinho, que a pulseira nem precisou mais, kkkkkkkkkkkkk. Claro que o vizinho foi lá em casa...

sábado, 15 de julho de 2017

Assim sempre foi, e assim pra sempre será!

Sempre foi assim, Waltinho. Sempre foi desse jeito. Meu irmãozinho caçula, meu bebê, meu manequinho. Meu primeiro amigo, meu maior tesouro, minha maior herança. Onde íamos, eu sempre cuidava de você. É assim que eu me lembro, e é assim que vai ser para todo o sempre. Não conseguir falar com você no celular, me dá uma agonia... Mas eu sou incansável, meu irmão. Eu sei que o Jeffrey leva minhas preces até você. Eu sei que você recebe todas as emanações de amor, carinho, cuidado e boas energias. Quanta saudade, Waltinho! 
Esse dia, foi aniversário de um menino, vizinho do final da rua... e lá fomos nós, eu e você... era bem pertinho de casa, na mesma calçada... Olha aí a foto do casaquinho de plush, cor azul piscina, que eu lembrei na postagem sobre a cirurgia para retirada do cisto sebáceo no olho, e você pensou que eu tivesse morrido, Waltinho. (Aqui) Foi bem nessa época... inverno. Eu adorava esse casaquinho. Ah, meu irmão, que saudade eu sinto... às vezes eu penso que vou quebrar ao meio, simplesmente me quebrar como aqueles truques de mágica onde o mágico divide a moça ao meio, sabe? Só que o que eu sinto, não é mágica, não é um truque. Essa realidade ainda me provoca ânsia de vômito muitas vezes. No hospital, tivemos que ser fortes, Waltinho... mesmo depois da nossa conversa, fizemos forças pra não chorar, até porque PQD não chora, e irmã de PQD precisa ser "mulé mau" ainda que eu tenha deixado pra trás esse estereótipo faz muito tempo, irmã de Guerreiro PQD segura a onda, engole o choro e a ânsia de vômito também.  Tudo isso era a tristeza de ter que conviver com a real situação da vida, irmão. Não consigo esquecer de nada que vivemos juntos. Assim vai ser pra toda a vida, Waltinho. É complicado entender que eu não estarei mais a uma chamada telefônica de distância, nem a 2 horas e meia de avião pra estar contigo, ou pra te receber em minha casa, ser seu ponto de apoio nas horas que você precisasse de mim e me ligasse... eu dava um jeito, irmãozinho... Eu sei que Deus sabe de todas as coisas, e que ELE é o Senhor do Universo. Eu não contesto o que não tenho capacidade para entender. Eu só sinto muita, muita saudades de você. Dói, dói de verdade, acho que meu coração tá rasgado, partido, queimado, ou falta já um pedaço enorme nele. 
Mas eu tenho a fé e a confiança que você está bem cuidado aí onde você está. Nossa Senhora está cuidando de ti, Waltinho. Ela veio te buscar na hora dela. Isso pra mim, é um sinal e um conforto. Sinto muitas saudades de conversar com você. Esteja bem, por favor. 

Te amo, meu irmão, nunca esqueço de você. 

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Há um ano atrás - julho 2016

 Nesta mesma época, há 1 ano atrás, eu pude proporcionar que meus irmãos caçulas, Victor e Waltinho, tivessem um tempo para estarem um com o outro. Victor foi cuidar do irmãozinho. Meu Deus, como eu agradeço por esse tempo que eles ficaram juntos. Eu mandei pelo Victor, o queijo minas que o Waltinho tanto gostava e que não chega até onde ele vivia. Ficamos preocupados se Victor ia conseguir embarcar no avião com os queijos na mala de mão, pois sempre que íamos pra casa do Waltinho, nós despachávamos as 2 malas com os queijos que meu irmãozinho adorava e mais um monte de coisinhas e produtos alimentícios que ele podia comer e eu ia com prazer para cozinhar pra ele, com todo meu carinho e meu amor. Comidinhas imantadas de boas energias, luz e muito, muito amor. 














Victor saiu bem cedinho do Rio, para acompanhar nosso Guerreiro em mais um tratamento de quimioterapia. O Victor é um menino bom, muito guerreiro, um soldado alado, um combatente que sempre está a postos para a luta. Esse é o nosso irmãozinho, Waltinho. Tão lindo quanto você. E tão bom quanto. Eu sou uma irmã babona mesmo... sempre fui. Ninguém mexe com os meus irmãozinhos! Um dia fui assistir uma luta do Victor. Enquanto ele vencia no tatame, tava bom... 95% do tempo ganhando a luta... aí tá muito bom... Foi só o adversário dar um soco no Victor, que eu já queria pular lá pro tatame e dar uma mordida no nariz daquele "agressor". Meus irmãos são os mais lindos, os melhores e os mais perfeitos irmãos. Pra mim, nenhum nem outro tem defeitos... São os lindos e bonitos irmãos, e eu não os trocaria por nada nesse mundo. Quando eu digo que Waltinho foi meu primeiro amigo, é porque ele realmente foi... e é. Victor nasceu 14 anos depois. Mas os dois, Walter Sieczko dos Santos e Victor Hugo Araújo dos Santos, Sieczko, são também meus maiores tesouros, minha melhor herança... e sem dúvida nenhuma, eles 2 são a melhor parte de mim. Relembrar esses momentos, vê-los juntos, sendo o que foram e o que sempre vamos ser, irmãos, não tem coisa melhor nessa vida. A morte física, não será, jamais, maior do que o amor que une 3 irmãos. Nem a distância, nem a morte, nem nada, nem ninguém separa o que Deus já havia decidido antes de chegarmos aqui nesse mundo. E eu amo vocês dois, Waltinho e Victor, com toda a força do meu coração e com as bençãos de Deus. Vocês estão e estarão sempre no meu pensamento, porque são muito importantes pra mim.


Irmã babona, 
Andreia Sieczko

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Agora você já sabe o que é Reiki

https://www.astrocentro.com.br/blog/bem-estar/o-que-e-reiki/

Reiki é uma técnica japonesa para redução do estresse e relaxamento que promove a cura. É transmitido através da “imposição de mãos” e baseia-se na ideia de que uma “energia vital” invisível flui através de nós e é o que nos faz estarmos vivos. Se o nível de “energia vital” está baixo, ficamos mais propensos às doenças ou mais estressados. Se estiver alta, somos mais capazes de nos sentirmos felizes e saudáveis.

Para entender o que é Reiki, devemos entender o significado de seu nome. A palavra Reiki é composta de duas palavras japonesas: Rei – “sabedoria divina ou o poder superior” – e Ki – “energia vital”. Acredita-se então que Reiki é a energia vital espiritualmente guiada.

Em um tratamento, o paciente sente como se um maravilhoso fluxo de energia positiva passasse através e ao redor de seu corpo. O Reiki trata a pessoa como um todo, incluindo corpo, emoção, mente e espírito, criando muitos efeitos benéficos que incluem relaxamento, um profundo sentimento de paz, segurança e bem-estar. Muitos relataram sobre seus resultados milagrosos.

Reiki é um método simples, natural e seguro de cura espiritual e melhora que todos podem usar. Tem se mostrado eficaz na cura de, praticamente, todas as doenças conhecidas e cria efeito benéfico. Pode ser usado também em conjunto com todos os outros tratamentos médicos ou terapêuticos para aliviar efeitos colaterais e promover recuperação mais rápida. Não há nenhuma contraindicação.

Uma técnica extremamente simples de aprender, a capacidade de usar o Reiki não é ensinado no sentido usual, mas transferida para o aluno durante sua iniciação no curso de Reiki. Essa habilidade é passada por um mestre Reiki e permite ao aluno explorar um suprimento ilimitado de “energia vital” para melhorar sua saúde e qualidade de vida.

Seu uso não dependente de sua capacidade intelectual ou seu desenvolvimento espiritual e, portanto, está disponível para todos. O Reiki tem sido ensinado e transmitido, com muito sucesso, para milhares de pessoas, de todas as idades e origens.

Apesar de o Reiki ser de natureza espiritual, não é uma religião. Não tem nenhum dogma e não há nada em que se deva acreditar a fim de receber, aprender ou usar Reiki. Na verdade, Reiki não é dependente de crença e vai fluir da mesma forma, crendo em sua força ou não.

Como o Reiki vem do Universo, muitas pessoas acham que seu uso os coloca em contato com a experiência de sua religião ao invés de ter apenas um conceito intelectual dela, mas esta é só uma forma de olhar esta energia e entender o que é o Reiki.

O Reiki é de natureza espiritual, mas não religiosa, ele não tem nem ensina nenhum dogma e seus praticantes não precisam acreditar em nada para aprender a usá-lo ou recebê-lo. Em fato, Reiki não depende de crença, fé ou religiosidade para fazer efeito.

Agora você já sabe o que é Reiki.
texto retirado da internet.








quarta-feira, 12 de julho de 2017

Pai então eu quero ser um PARAQUEDISTA

Pai, porque os PARAQUEDISTAS parecem tão felizes?

- Olha filho, na minha opinião eles são loucos.
Eles tem uma estranha filosofia, eles pensam que são livres, eles acreditam em aproveitar o vento em suas faces, a poeira, a chuva, o sol e todo o resto. 

Eles chamam seus amigos de irmãos; eles ajudam uns aos outros, eles se cumprimentam mesmo se o outro for um desconhecido.

Quando eles descem do céu com seus paraquedas, se abraçam como se não se encontrassem há anos, eles vivem o momento, eles estão suscetíveis a morrer a qualquer momento e aparentemente não se importam. 

Pai então eu quero ser um PARAQUEDISTA

Irmãozinho... tem dias que a saudade aperta tanto, mas tanto, que eu não consigo nem respirar.

Te amo Waltinho Sieczko
Meu irmão
Meu guerreiro alado, que vive agora no ninho dos Eternos Heróis.

Sua irmã mais velha, 
Andreia

terça-feira, 11 de julho de 2017

PODEROSA ORAÇÃO DE SÃO BENTO PARA AFASTAR AS PESSOAS RUINS - 11/07/2017

Oração de São Bento em Latim - SALVE SÃO BENTO - 11/07/2017



CRUZ SACRA SITI MIHI LUX
NON DRACO SITI MIHI DUX
VADE RETRO, SATANA
NUNQUAN SUADE MIHI VANA
SUNT MALA QUAE LIBAS
IPSE VENENA BIBAS

Poderoso, São Bento, meu Santo de Devoção, livrai-me de todo o mal, livrai-me das pessoas cruéis, livrai-me das peçonhas do mundo, e da violência brutal das ruas.

Amém.

domingo, 9 de julho de 2017

Cozinhando com muito amor para meu irmãozinho! Walter Sieczko

Amor, muito amor envolvendo essa arte maravilhosa de cozinhar pra quem se ama! Eu ficava já imaginando as coisinhas que eu ia preparar pra você, Waltinho! Tudo com muito carinho e cuidado pra que não te fizesse mal. Pesquisava receitas, lia sobre o CA, buscava maneiras de conseguir sabor e nutrientes que fizessem você ficar mais forte. Se eu pudesse mais, mais eu o faria! Morar a 2.300 Km de distância tem certos impedimentos... Mas mesmo assim, eu consegui fazer o meu melhor.
Essa receita de molho de tomate, peguei com Tia Armida, que deve ter recebido a receita das mãos da Dona Rosa Guzzo, mãe do tio Guzzo. Eu sei que crescemos vendo tia Armida preparar esse molho de tomate, a casa ficava cheirando o dia todo, cozinhando no fogo baixinho, lembra??? Toda quinta-feira e domingo tinha a macarronada da tia Armida. E você a-do-ra-va!!!! Alíás, adorávamos!!!!! Uma boa lembrança gastronômica... às vezes a gente cortava o biquinho da bisnaga, tirava o miolo com os dedos, e enchia o bico do pão com molho de tomate da tia Armida, hummmmmmmm! Como era bom, né, Waltinho?
Muitas das minhas memórias, são ligadas à culinária. Boas lembranças e também as lembranças não tão legais assim. Lembro de quando eu tinha 9 anos, você tinha 6 pra 7 anos, e eu precisava cuidar de você para nossa mãe ir trabalhar e estudar. Lembro da nossa mãe com lágrimas nos olhos, me ensinando a escolher o feijão, deixar de molho bastante tempo na água, porque eu era pequena demais para mexer em panela de pressão. Lembro da mesa de fórmica branca, com aquela marca de queimadura de ferro de passar roupa, que tinha na casa de Vigário Geral, ali, 1/2 do saco de feijão esparramado... Nossa mãe deve ter sofrido bastante naquela época com 2 filhos pequenos e sem nenhuma estrutura. Trabalhava de dia e estudava no OBERG à noite. Eram tempos difíceis, mas eu daria tudo para revivê-los novamente, meu irmão. Eu precisava cozinhar para que ela levasse a marmita dela... o arroz saía duro e salgado... eu lembro disso com carinho até hoje. Essa fase não me traz tristeza. Acho que quem mais sofreu foi nossa mãe... Nós não tínhamos consciência da vida dura que levávamos. Tudo era brincadeira... Nessa época que criamos a nossa brincadeira preferida: "Brincar de Bicho". Essas lembranças merecem uma outra postagem especial... e por se tratar de uma brincadeira na hora do número 2, não vou misturar aqui agora... A elaboração de uma comida é o início da "obra"! Brincar de Bicho faz parte do "final da obra".
Eu sei que eu cozinhei muito pra você... para nós. Aprendi com nossa mãe e também com tia Armida. O resto eu aprendi buscando, porque sempre gostei de comer e cozinhar. Essa arte vem de dentro. Cozinhar pra mim é um ato de amor. Adoro quando as pessoas comem a minha "mimida" e não sobra nada nas panelas. Não tenho preguiça de cozinhar... nunca tive! Podem chegar a hora que for à minha casa, que eu vou com gosto para a cozinha. Depois que o câncer surgiu em nossas vidas, algo mudou na minha relação com a cozinha. Tem 1 ano que não uso mais óleo de cozinha, nem temperos prontos, nem sal comum, me desfiz dos enlatados da dispensa, extrato de tomate e molho de tomate prontos, nunca mais... arroz branco, muito de vez em quando, pois os grãos integrais hoje desfilam frente aos meus olhos. Não foram mudanças muito significativas, mas foram concretas, coisas que simplesmente não pulam mais no carrinho do supermercado. Eu sei que o mais importante nisso tudo, são as lembranças que eu guardo, fazendo minha arte para sua alimentação e o prazer de comer, que a doença te tirou. Tenho um áudio seu, dizendo que não via a hora de eu chegar pra cozinhar pra você. Meu irmão, tenho isso como uma grande prova de amor! E me faz muito bem saber que eu fiz uma comidinha gostosa pra você, com muito amor e carinho. Um cuidado super especial. Isso me acolhe, me faz bem. Lembrança boa. Eu gostaria de cozinhar pra sempre pra você, como quando éramos crianças. Ahhh, como eu agradeço a Deus por todas essas oportunidades que eu tive de cozinhar pra você.
Hoje, o alimento que te ofereço, é na hora da Santa Eucaristia. Sempre compartilho contigo o corpo e o sangue de Cristo. Nessa hora, eu sei que o Jeffrey te leva o pão e o vinho que Jesus deu aos seus discípulos, para a salvação de todos nós. Eu te amo, meu irmão. Para todo o sempre eu vou te amar. Não há 1 só dia, que eu passe sem me lembrar de você.
Você adorou essa saladinha de bacalhau com grão de bico... ficou muito gostosa mesmo, porque o ingrediente principal que eu utilizei foi meu amor e meu carinho!
Walter Sieczko dos Santos, meu irmão querido!

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Walter Sieczko dos Santos e Victor Hugo Araújo dos Santos, Sieczko

Avante, Paraquedista!

Muitos tentam... mas poucos conquistam!

Meus irmãos amados, Guerreiros Alados:

Walter Sieczko dos Santos

Victor Hugo Araújo dos Santos, Sieczko

Lembranças da Infância - Colaboração da Mamãe ao Blog - parte 2

Colaboração da Mamãe ao Blog:



"E eu me lembro bem destas brigas, um gritava: 

-   Manhêêê! olha a Andreia me batendo!
- Mentira mãe, foi ele que me bateu primeiro! 

Assim passávamos os dias; digo à tarde, porque de manhã vocês dois iam pra escola! Quando Waltinho voltava da escola, entrava no apartamento e já ligava a TV para ver Vila Sézamo... Ficava em pé, em frente à televisão, no meio da sala,  com a mochila e a merendeira pendurada no ombro, até eu servir o almoço, ai ele largava tudo, e sentava pra comer, mas não tirava o olho na TV, a comida caía da colher. O uniforme dele fui eu  mesma que fiz.  No primeiro dia de aula,  já foi com o uniforme do maternal, a coordenadora que os recebiam na porta da escola Montessoriana de Vila Isabel, elogiou o uniforme .... e ele falou orgulhoso: "Foi minha mãe que FAZEO"."

Ele tinha 2 para 3 aninhos... Lembranças da infância!!!
 Nina Sieczko