terça-feira, 27 de março de 2012

Como cão e gata...

Acordei com uma idéia na cabeça: uma gata arisca e um cachorro velho.
A gata, a fingir que não quer carinho, a fazer o que não deve, a querer ter sua descendência, doida pra mostrar que é doida: armas, uma capa de grosseria, um cuturno. Uma gata: feminina demais e assustada, arranhando todo mundo, por medo de ser como realmente é.
O cachorro velho, bobo, abanando o rabo, sendo arrastado pra lá e pra cá por crianças. A gata que finge que é solitária, pensando em ter um bando com ela, pra ajudar nos dias que virão.
O cachorro com comida na hora certa, enroscado nos pés dos donos, dormindo no sofá. Catavento e girassol. E tudo aquilo que eu quero dizer e você não quer ouvir. Ou será o contrário?

Um comentário:

  1. Olá...Gostei muito de seus textos!
    Fiz uma viajem maravilhosa através dele.
    Parabens

    Sinval

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua mensagem